Jornada da Educação Waldorf no ABC 2021

As transformações do Aprender em Movimento

Atividades que promovem a  movimentação podem ajudar a desenvolver habilidades, especialmente quando orientadas para isso. Quando o movimento é visto como parte fundamental da educação, o desenvolvimento psíquico e emocional das crianças é estimulado.

Diferente das tradicionais salas de aula com suas mesas e cadeiras, numa sala móvel vamos encontrar bancos e almofadas compondo a sala de aula. Mobiliários que tem como característica a facilidade  de transporte e  que muito facilmente podem ser deslocados, mudando a configuração do espaço e se transformando em uma grande roda, ou num circuito cheio de desafios cognitivos e motores.

Conhecida como Sala Móvel, ela não está apoiada apenas numa mudança de mobiliário escolar, mas traz  consigo um olhar amplo sobre as relações entre o movimento, o desenvolvimento das habilidades motoras e dos sentidos, que, com base na antroposofia, são como portais da organização humana. A experiência com a Educação em Movimento traz benefícios tanto para a criança, como para os professores, que se desafiam a propor novas dinâmicas para a sala de aula. 

A proposta foi trazida ao Brasil pela professora alemã Suzanne Stoot e após mais de 20 anos trabalhando com sala Móvel na Alemanha, ela acredita que as almofadas e bancos trazem muita fluidez ao movimento da sala.

A Escola Waldorf Jasmins adotou o modelo e hoje conta com duas Salas em Movimento e para ampliar ainda mais nossos conhecimentos sobre essa metodologia aliada da Pedagogia Waldorf, recebemos duas grandes professoras que puderam trocar conosco suas experiências. Parcerias fundamentais para que toda a comunidade pudesse tirar suas dúvidas e se encantar com as inúmeras  possibilidades que o aprender em movimento traz em sua essência.

No dia 08 de maio recebemos a professora Paula Reinheimer da EW Francisco de Assis com o tema Aprender em Movimento na Pedagogia Waldorf. Um belíssimo encontro sobre o aprendizado potencializado pela Sala em Movimento.

No dia 22 de maio foi a vez de receber  a professora Livia Ribeiro, da EW Veredas, falando sobre transformações positivas que a escola pode propiciar para os seus alunos e professores.

Disponibilizamos aqui, parte da nossa conversa com a professora Livia  Ribeiro . Aproveitem!


Lívia Ribeiro é professora atualmente na escola Veredas de Campinas, que foi a pioneira no Aprender em Movimento no Brasil. Está lá há mais de 10 anos, já atuou como professora de classe e hoje dá aulas de inglês do 1º ao 8º ano. Fez a tradução de 3 cursos do Aprender em Movimento com Susanne Stott, atuou ativamente na sua implantação e prática desde que chegou no país. Formou-se em Extra Lesson e hoje atua também com crianças com desafios na aprendizagem sob a ótica antroposófica. É uma professora e mãe muito realizada com as contribuições da pedagogia Waldorf para as crianças e adultos e com as transformações positivas e iluminadas que o Aprender em Movimento traz!